Header Ads Widget

Vereador faz comparativo com valores investidos pela gestão passada e atual com o Copirn e destaca valores deixados em caixa para Farmácia Básica


Através de números financeiros, o vereador Pedro Ubiratan (PSB) demonstrou, na sessão desta terça-feira, 14, que o município de Umarizal retrocedeu no quesito saúde pública. O parlamentar trouxe valores investidos pela atual gestão com a Farmácia Básica e com o Consórcio Público Intermunicipal do Rio Grande do Norte (Copirn) e fez um comparativo com o que foi investido na gestão anterior.

“Falar da Farmácia Básica que só agora, com oito meses da atual gestão, que foi feita a primeira compra de reabastecimento. Só em 2021 o município de Umarizal na conta custeio da saúde recebeu R$ 3 milhões 536 mil 925 reais. A gestão passada deixou nessa conta R$ 924 mil 942 reais. Ou seja, somando temos mais de R$ 4 milhões de reais. Se alguém duvida, olhe no Portal da Transparência ou na página do Fundo Nacional de Saúde e tire suas próprias conclusões”, explanou Ubiratan

O vereador também fez o comparativo com o Copirn que garante consultas e exames de média e alta complexidade. “Em 2017, foi gasto R$ 99.171,00, em 2018, R$ 132.300,00, em 2019, R$ 80.000,00, em 2020, 100.000,00 e agora, nesta gestão, foram gastos apenas R$ 40.000,00 reais. Está aí falta de zelo com este município com a falta de consultas especializadas, de exames e com atendimento à população pobre e carente”, lamentou.

Asssoria do Parlamentar


Postar um comentário

0 Comentários