About Me

Quase metade da população canina do município de Umarizal já passou por teste rápido para detecção do calazar



Depois de mais de 12 anos sem promover ações de combate a leishmaniose, o município de Umarizal voltou a executar ações de combate à doença em 2017, no início da gestão da prefeita Elijane Paiva.
De lá pra cá, o município já realizou mais mil e quinhentos testes rápidos pra detecção do calazar e promoveu uma série de ações de prevenção. As informações foram apresentadas nesta quarta-feira, 24, durante audiência pública na Câmara Municipal.

Segundo o secretário municipal de Saúde, Ubiratan Paiva, o município não executava há anos nenhum tipo de atividade voltada ao combate da leishmaniose. “Pegamos um programa de combate a leishmaniose no zero, parado, sem nada. Ativamos o programa em 2017. Quando chegamos na secretaria naquele ano, nós tínhamos uma caixa de testes rápidos vencidos”, contou o gestor.

O secretário disse que em dois anos e 10 meses, o município já realizou 1555 testes. Se comparado o número de animais vacinados contra a raiva em 2018 (3553), quase metade da população canina do município já foi testada para detecção do calazar. “Já fizemos testes rápidos em metade da população canina do município. Isso mostra o trabalho que a gente vem fazendo”, acrescentou Ubiratan.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), o município de Umarizal tem 3 casos de leishmaniose confirmados em humanos. O secretário, porém, explica a incidência até o momento é isolada e não indica surto.

“Em 2018, tivemos dois casos, 2019, três casos. São casos isolados. Um na Inspetoria, outro na Cohab, e um no Caraíbas este ano. São casos que não se configuram como uma infestação ou surto. Quando é um surto é centrado em uma localidade”, detalhou.

A audiência foi requerida pelo vereador Gilmar Freitas e contou com representantes da Secretaria de Estado da Saúde Pública – SESAP, e de autoridades da saúde municipal.

Além do secretário Ubiratan, participaram a coordenadora da Atenção Básica, Liane Amorim, o coordenador dos agentes de endemias, Carlos Alberto, a coordenadora da Vigilância Sanitária Raicia Oliveira, o médico veterinário do município, Rafael Duarte, entre outros convidados. O vice-prefeito Raimundo Dias representou o Executivo.

0 Comentários