Com a realização de um dos maiores carnavais dos últimos tempos, prefeita Elijane consolida resgate das festividades culturais de Umarizal


A prefeita Elijane Paiva consolidou o resgate das principais festividades culturais de Umarizal ao realizar este ano um dos maiores carnavais da história do município. A festividade teve início na última quinta-feira, 20, e só se encerrou nesta terça-feira, 25. Em todas as noites, a população lotou o Mercado Público Municipal, local dos festejos desta edição. 

“A população cobrava o resgate da cultura de Umarizal que sempre foi a identidade do nosso povo. Nós ouvimos os anseios da comunidade e desde então, estamos promovendo o retorno dessas comemorações tão populares. Ganha nossa história, ganha nossa cultura, nossa cultura, nossa identidade de umarizalense”, comentou Elijane.

Este foi o quarto ano consecutivo que Umarizal registrou movimento carnavalesco, fato que há anos não acontecia. O resgate da tradicional festa começou em 2017, ano que a prefeita Elijane Paiva assumiu o governo municipal. 


“Nossa carnaval deste ano, sem dúvida alguma entra para história. Destaco aqui, o retorno da festa para o Mercado Público, que a nossa gestão reformou ano passado e o devolveu a população depois de anos sem poder ser utilizado”, destacou a prefeita.


A gestora vem se destacando não só pelo resgate da tradição momesca. Foi no governo de Elijane que o município voltou a celebrar também as festividades juninas. O São João do Gavião também chega ao seu quarto ano consecutivo em 2020. 

Outra festividade resgatada pelo atual governo foi o aniversário da cidade. A Festa de Emancipação Política do ano passado teve vasta programação que incluiu, desde desfile cívico à inauguração do tão sonhado Centro de Saúde Doutor Guaraci Onofre. 

Além da promoção dos grandes eventos, Elijane também tem assegurado todos os anos apoio ao Umarizal Fest, uma das maiores micaretas do interior do Rio Grande do Norte, e a Festa do Sagrado Coração de Jesus, programação em celebração ao padroeiro de Umarizal.

“Tudo isso é o início do resgate. A gente continua trabalhando na elaboração de um calendário cultural para fortalecer ainda mais tudo que estamos fazendo. Somos um governo de resgate. Somos um governo de gente. Somos um governo que pensa na população e futuro do nosso município”, finalizou Elijane Paiva.

Comentários