About Me

Após ser demitido, homem perde parte de dinheiro da rescisão na rua, é assaltado e bandido leva o que sobrou


Demitido há um mês, o carregador de frutas e verduras Orlando Barbosa vivenciou novos momentos de tensão nas últimas 24 horas. Isso porque após o pagamento da rescisão do contrato de trabalho, ele perdeu o dinheiro e também foi assaltado no trajeto da volta para casa.

Porém, Orlando também recebeu ao menos uma boa notícia: nesta quinta-feira (23), o dinheiro que ele havia perdido no dia anterior - cerca de R$ 2,5 mil - foi recuperado e devolvido para ele graças a uma mobilização nas redes sociais do dono de uma loja de veículos.

As imagens mostram um carro que estaciona na frente de uma loja de carros ao perceber o dinheiro no chão. Um homem que estava no banco do carona sai do veículo e tenta encontrar o dono da quantia juntamente com outras pessoas.

O homem de 31 anos trabalhava descarregando caixas de verduras e frutas em uma empresa de Natal, mas foi demitido durante a crise causada pela pandemia de Covid-19. A notícia veio há cerca de um mês. Na manhã da quarta-feira (22) ele foi até o antigo local de trabalho para receber o dinheiro referente à rescisão.

Mas, quando caminhava de volta para casa, no bairro de Nova Esperança, Zona Oeste de Natal, o carregador não percebeu que deixou cair do bolso os R$ 2,5 mil que acabara de receber. Em seguida, quando se aproximava de casa foi assaltado por homens armados que levaram R$ 600 reais do recém-desempregado.

"Eu estava com os R$ 2,5 mil no bolso e mais R$ 600 em outro. Achei que os bandidos tinham levado tudo porque eu não sabia que tinha perdido o dinheiro na frente da loja. Fiquei sabendo hoje de madrugada através de uns colegas meus", conta Orlando Barbosa.

Os amigos de Orlando compartilharam com ele vídeos e fotos capturados pelo sistema de câmeras de segurança de uma loja de veículos, onde ele perdeu o dinheiro. A mobilização foi do responsável pelo estabelecimento Eliel da Costa, que verificou as imagens, cortou trechos e compartilhou em grupos de WhatsApp para localizar o dono do montante.

"Fui avisado por um dos funcionários que alguém tinha perdido esse dinheiro, fomos ver as câmeras e achamos o exato momento. A partir disso colocamos nas redes e achamos o Orlando. Ele apresentou os documentos da rescisão tudo direitinho e nós devolvemos o dinheiro. Importante também destacar a honestidade de pessoas que disseram que o dinheiro não era delas", conta o empresário Eliel da Costa.

"É uma história muito doida e incrível. Dos males, o menor. Graças a Deus que acharam e me devolveram"

"Dos males, o menor", diz Orlando que agora deseja ir a cidade cearense de Juazeiro do Norte, sua terra natal. "Vou passar um tempo com a minha mãe aí depois eu penso o que vou fazer, se volto para Natal para procurar emprego ou se fico por aqui mesmo. Nessa pandemia tudo fica mais complicado e essa história toda foi um negócio muito incrível, ainda bem que deu certo no final", completa.

Do G1 RN

0 Comentários