About Me

Fraudes e desvios de recursos: a história mudada pela prefeita Elijane Paiva


29 de julho de 2015. A população de Umarizal acordava com a notícia de que o então prefeito havia sido afastado e que o Ministério Público apurava fraudes e desvio de recursos da Prefeitura através de um convênio firmado com o banco Gerador S.A. “No curso da investigação, restou evidenciada a existência de um esquema de desvio de dinheiro através do Termo de Convênio celebrado entre a Prefeitura Municipal de Umarizal e o Banco Gerador S.A. para a concessão de empréstimos consignados e financiamentos aos servidores ativos e inativos daquela edilidade, pelo qual foram firmados 109 empréstimos dessa natureza na Prefeitura de Umarizal, sendo liberado nas contas dos interessados o valor total de R$ 1.571.792,33, o que gerou um saldo devedor aproximado de R$ 2.043.625,34 atualizado até o ano de 2014”, afirmou o Ministério Público à época. (Fonte: G1)

Dá para entender a situação que a prefeita Elijane Paiva encontrou no município em 2017, quando assumiu a gestão municipal? Certamente de caos. Um município desestruturado administrativamente, com contas esmigalhadas e sem a menor condição de governança. Pelo menos era o que se pensava. Mas Umarizal elegeu uma prefeita que enxergou na ruína causada pelos grupos políticos que hoje são oposição, a possibilidade de fazer a coisa certa e salvar o município.

Elijane Paiva tomou para si a missão de organizar as contas da Prefeitura, pagar dívidas históricas e passou a gerir o município com responsabilidade, compromisso e principalmente, transparência. As marcas deixadas pela operação do MP perduram, mas as impressões de trabalho de uma gestora que assumiu Umarizal para mudar a história hoje são bem mais visíveis.

Esperança e dignidade são palavras que refletem o pensamento da população de Umarizal. Esperança de dias melhores, de uma cidade em constante progresso, ainda que com muitas dificuldades a serem enfrentadas, mas ainda assim em evolução. E dignidade de poder ter os serviços de lhe são de direito. É ter a paz de saber que, quando adoecer, terá saúde de qualidade. É ter a certeza de que, quando faltar o alimento, terá a assistência social devida. É ter firmeza que a cultura tão importante para história de um povo está sendo resgatada ano a ano e continua viva. É a decência de ver seu filho ir à escola com fardamento, material e merenda garantida.

Já imaginou perder tudo isso e voltar a acordar em uma manhã no futuro com mais uma vez a Procuradoria Geral de Justiça, Promotoria de Umarizal, o GAECO, a Polícia Civil adentrando em Umarizal para apurar mais desvios de recursos? Melhor nem pensar. Melhor mesmo é perseverar e acreditar que, ainda que você julgue que foi muito pouco os feitos do governo Elijane, foram feitos que não envolveram crimes, nem geraram dívidas milionárias ao município. Pelo contrário, fez ressurgir a esperança, fez renascer a perspectiva de que Umarizal pode sim voltar a ser aquela cidade polo tão desenvolvida e em constante crescimento de outros tempos.

A população de Umarizal não quer mais abrir um portal de notícias e ler que “O MP afirma também que os investigados, “de forma organizada e com divisão de tarefas, fraudavam contracheques e, após o depósito do dinheiro nas contas dos beneficiários por parte do banco, sacavam e transferiam o montante em benefício do grupo criminoso e para financiar a campanha eleitoral do candidato vencedor das eleições locais de 2012”. ” (Fonte: G1). A população quer olhar para o pouco que se faz, mas ver algo sendo entregue e não sacado, tomado. É por isso que é importante destacar que, por mais que não tenhamos tudo que merecemos, Umarizal continua bem e a gestão Elijane muito bem também.

Pra finalizar, faça uma escolha consciente: qual a melhor foto?

Foto 1
Foto 2



0 Comentários