About Me

Reforma e reinauguração do Mercado Público: exemplo do que a gestão Elijane Paiva está fazendo por Umarizal


29 de julho de 2015 é uma data que infelizmente manchou a imagem de Umarizal. Poderia se dizer que era para ser esquecida, mas não. É importante fixarmos na memória os lamentáveis fatos de fraudes e desvios de recursos, e principalmente os autores daqueles atos para que assim, jamais possamos cair no fato de permitir que estas mesmas ações se repitam. 

Mas hoje é dia de falar de 21 de setembro de 2019, data da reinauguração do Mercado Público de Umarizal, obra executada pela gestão Elijane Paiva que trouxe de volta um dos espaços públicos com mais história no município. 

Interditado há mais de 5 anos, o Mercado Público trazia riscos para a populares e comerciantes que faziam uso do espaço. A possibilidade de desabamento da estrutura era eminente. Vendo tal situação, a prefeita determinou a execução das obras. À época Elijane destacou a importância do mercado para contexto financeiro e cultural do município. “Além de abrigar parte do comércio local, principalmente durante as feiras livres do município ele também é reconhecido pelas memoráveis festas e eventos socioculturais de Umarizal. Não poderíamos abandonar um espaço com tamanha importância”, comentou.

A revitalização do espaço se tornou um exemplo da gestão Elijane Paiva, sempre pautada pelo compromisso e pela responsabilidade de se fazer pela cidade aquilo que está ao seu alcance respeitando limites e possibilidade sem jamais violar leis e com a transparência devida. Em 21 de setembro de 2019, Elijane devolvia a população um bem público inestimável e mostrava mais uma vez seu compromisso enquanto prefeita.


Se antes gestores respondiam por formação de quadrilha, falsidade ideológica e peculato – como mostra acima a publicação da imprensa  do fatídico 29 de julho de 2015 –, hoje a servidora pública de Umarizal, Elijane Paiva responde pela finalização de obras e reestruturação de espaços públicos. A prefeita, ano após ano, tem garantido que a população do município continue prosperando com diretos a cultura, trabalho, educação e cidadania assegurados por serviços como os realizados no Mercado Público de Umarizal. 

Há sempre um ou outro que questiona os novos tempos. Não consigo conjecturar tal indagação. Se eu olho para 2015 e em seguida observo 2017, 18, 19, eu só consigo dizer novos tempos, sim. E você?

Velhos Tempos





Novos








0 Comentários