About Me

Corpo de homem que desapareceu no açude Gargalheiras é encontrado

Foto: CBMRN

O corpo de Jácio Mamede Galvão, de 62 anos, foi encontrado por volta das 16h desta terça-feira (14) no açude Gargalheiras, que fica no município de Acari, na região Seridó do Rio Grande do Norte. Jácio estava desaparecido desde domingo (12), quando fazia um passeio de lancha pelo manancial.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o corpo de Jácio foi encontrado boiando no açude, em trecho próximo à direção que ele tinha seguido com a embarcação. O major Andrelino Araújo, dos Bombeiros, acredita que o corpo estivesse preso à vegetação submersa do açude. Assim, se desprendeu com a movimentação dos barcos que faziam a busca.

A lancha em que Jácio havia entrado no açude não foi encontrada. Por esse motivo, o Corpo de Bombeiros acredita que a embarcação bateu em uma rocha, o que ocasionou o acidente que vitimou o homem de 62 anos.

O trecho onde o corpo foi encontrado é exatamente o mesmo em que haviam sido achados os pertences de Jácio nos dias anteriores de busca. Uma sacola com máscara e dinheiro, além de um remo haviam sido encontrados.

Os bombeiros trabalharam nesta terça-feira em conjunto com a Capitania dos Portos da Marinha. Além disso, pescadores e alguns populares também ajudavam por conta própria. Até esta manhã ainda havia uma expectativa de tentar encontrá-lo com vida.

Publicidade

O reservatório Marechal Dutra, conhecido como Gargalheiras, tem capacidade para 44,4 milhões de metros cúbicos de água e, segundo o Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn), estava com quase 15 milhões m³ no último dia 6 de julho, após as chuvas deste ano - cerca de 33,73% do total. É a melhor situação desde 2014. No início do ano, o açude era considerado como seco pelo instituto.

Foto: Heráclito Patrício


Do G1 RN

0 Comentários