About Me

Apreensão de armas cresce 17% na Grande Natal

 

 Foto: Geraldo Jerônimo/Inter TV Cabugi

A apreensão de armas de fogo cresceu 17,6% na região metropolitana de Natal, ao longo do primeiro semestre de 2020, na comparação com o mesmo período do ano anterior, segundo dados da Coordenadoria de Informações Estatísticas e Análises Criminais da Secretaria Estadual de Segurança. Ao todo, 307 armas foram apreendidas de janeiro a junho, contra 261 no mesmo período em 2019.

Publicidade

Mais de 60% das apreensões foram na própria capital, onde 196 armamentos foram recuperados pelas forças policiais. Parnamirim ficou na segunda colocação com 64 armas apreendidas, seguida de perto por São Gonçalo do Amarante, com 60 armas tiradas do poder de criminosos.

Foto: Coine/Sesed

O principal tipo de armamento apreendido continuou sendo o revólver, que representa mais da metade das armas tiradas das ruas. Foram 165 apreensões em seis meses - cinco a mais que no período anterior. Apesar disso, o maior crescimento percentual de apreensões foi o de pistolas, de 67,5% - passando de 40 no primeiro semestre de 2019 para 67 no fim do último semestre. Espingardas e carabinas também tiveram aumento por volta de 50%.

Foto: Coine/Sesed

Segundo a Polícia Militar, o aumento de apreensões no período pode ser explicado pela intensificação das ações como o Pacto Pela Vida. Embora o projeto tenha como objetivo fiscalizar o cumprimento das medidas de isolamento social durante a pandemia do novo coronavírus, a corporação considerou que, com o pagamento das diárias operacionais, houve aumentou o número de policiais nas ruas, o que também contribuiu com o combate a outros crimes.

Do G1 RN

0 Comentários