About Me

Visitas de familiares são retomadas em cinco unidades prisionais do RN

Foto: Cedida / SEAP

Cinco unidade prisionais do Rio Grande do Norte retomaram as visitas presenciais aos internos nesta semana, segundo a Secretaria da Administração Penitenciária (SEAP). A portaria autorizando as visitas foi publicada no dia 27 de agosto no Diário Oficial do Estado (DOE). As idas de familiares aos presídios estavam suspensas desde o dia 13 de março em razão da pandemia do novo coronavírus.

As visitas aconteceram no Centro de Detenção Provisória Feminino de Parnamirim; nas alas masculina e feminina do Complexo Penal João Chaves; na Unidade Psiquiátrica de Custódia e Tratamento e, nesta sexta-feira (4), na Cadeia Pública Nominando Gomes da Silva, em Nova Cruz.

Para que as visitas fossem permitidas, as unidades prisionais tiveram que seguir uma série de protocolos elaboradas pelo Comitê de Crise do Covid-19 da Seap. Durante as visitas, não é permitido o contato físico entre familiares e internos, e está liberado apenas um visitante adulto por preso. O encontro tem tempo máximo de 30 minutos.

Segundo o secretário da Administração Penitenciária, Pedro Florêncio Filho, o local destinado ao recebimento das visitas respeita a proporção de duas pessoas para cada cinco metros quadrados e não é permitido visitante com idade superior a 60 anos, menores de idade, do grupo de risco, gestante, e que apresente qualquer sintoma relacionado ao Covid-19. Todo espaço é higienizado antes e depois dos procedimentos.

Publicidade

O plano de retomada gradual deve continuar com as etapas 2 e 3, que acontecem respectivamente no próximo dia 10 de setembro, com a liberação de visitas presenciais nas unidades que tem entre 301 e 600 detentos e no dia 23 de setembro, para as unidades com mais de 600 presos.

O estado conta com 17 unidades prisionais. Segundo a Seap, todas estão equipadas com pias com sabão à disposição dos visitantes para a higienização obrigatória das mãos, álcool 70%, além de equipamentos para desinfecção, de proteção individual e saneantes. O uso de máscaras, também é obrigatório. Nas visitas realizadas na Unidade Psiquiátrica de Custódia e Tratamento, em Natal, os visitantes usaram capote e touca para evitar qualquer tipo de contaminação aos pacientes.

O Comitê divulga semanalmente através do site da Seap a lista e o cronograma das unidades aptas ao recebimento de visitas. As televisitas por meio da internet estão mantidas.

Do G1 RN

0 Comentários